Tráfego Orgânico – O que é e como Usá-lo

O termo tráfego orgânico é usado para se referir aos visitantes que chega até seu site como resultado de resultados de pesquisa em sites de buscas, ou seja, tráfego não pago e sim gratuito.

O que é Tráfego Orgânico?

O tráfego orgânico é o oposto do tráfego pago, que define as visitas geradas pelos anúncios pagos. Os visitantes que são considerados orgânicos encontram seu site depois de usar um mecanismo de pesquisa como o Google, Bing ou outro mecanismo de busca, portanto eles não são “encaminhados” por nenhum outro site.

A maneira mais fácil de aumentar o tráfego orgânico do seu site é publicar regularmente conteúdo de qualidade e conteúdo em seu blog. Esta é, no entanto, apenas uma das estratégias utilizadas para a aquisição de novos visitantes. O ramo do marketing online que se concentra diretamente na melhoria do tráfego orgânico é chamado SEO que nada mais é que (Otimização de Mecanismos de Buscas).

Como fazer uso do tráfego orgânico?

O desafio para qualquer empresa é garantir que, quando as pessoas procuram um produto ou serviço como o seu, eles o encontrem e não o de um concorrente.

Mas não se trata de otimização de mecanismos de buscas (SEO) ou e de publicidade pagável por clique. Há muito o que você pode fazer aumentar o tráfego do site orgânico sem nenhum custo, exceto o seu tempo.

Otimize seu conteúdo para os visitantes do seu site, não para motores de busca.

Em primeiro lugar, escreva para seus futuros clientes, para eles saibam o que você está abordando em seu conteúdo. Ao criar o seu conteúdo informativo, seu artigo de qualidade, procure passar informações de qualidade que possam ajudar a resolver o problema do seu futuro cliente, assim naturalmente melhorará seu SEO. Isso significa acessar as principais questões de seus futuros clientes e as palavras-chave que eles usam em consultas de pesquisa. Otimizar apenas para mecanismos de busca é inútil. Tudo o que você terá é um tráfego absurdo com palavras-chave, mas se não resolver questões do visitante, não vai converter.

Blogar é talvez a maneira mais eficaz de aumentar o tráfego do seu site orgânico.

Ele permite que você adote com profundidade do que o seu site permite e cria um grande catálogo de conteúdo útil, otimizado para o público alvo, centrado em seu nicho de mercado. No entanto, conteúdo mal escrito, spam ou muito barato pode fazer mais mal do que bem. Evite isso .

A blogosfera é um tipo de espaço recíproco.

Uma das grandes novidades que vem tomando seu espaço na blogosfera são os sites Agregadores de Links. Estes sites tem como finalidade filtrar posts de blogs para apresenta-los em uma listagem, que de acordo com os critérios do site, atendem a um padrão de qualidade no dia. Desta forma, os usuários podem enviar seus posts para serem selecionados, além de poderem também acompanhar os posts de outros blogs da blogosfera. Isso auxilia ao usuário, pois ele pode encontrar em seu site preferido sempre um conteúdo que lhe agrade.

Use palavras-chave de cauda longa.

Não vá com as palavras-chave mais populares do seu mercado. Use palavras-chave mais específicas para o seu produto ou serviço. Com o tempo, o Google e outros mecanismos de pesquisa irão identificar o seu site ou blog como destino para esse assunto em particular, o que aumentará seu conteúdo nos rankings de busca e ajudará seus clientes potenciais a encontrá-lo.

Otimização das META TAGs

O meta título, URL e descrição são os três ingredientes-chave para uma página da web otimizada ou uma publicação no blog. É simples, mas eficaz. Usamos o plugin Yoast SEO para WordPress para nos ajudar a otimizar nossas páginas. Mas não basta adicionar o plugin, você deve trabalhar em cada página ou post por sua vez.

Consistentemente, crie conteúdo de qualidade.

Tente escrever e publicar o mais rápido possível, mas não ao custo da qualidade! O conteúdo de mais qualidade – incluindo artigos de liderança de pensamento  e  postagens de blog – você tem no seu site ou blog mais oportunidades para criar tráfego orgânico.

Use links internos.

Depois de criar um catálogo decente de conteúdo, você pode associar-se a isso em blogs e em seu site, orientando os visitantes para conteúdo mais relevante. Isso pode manter os visitantes em seu site por mais tempo, o que ajuda a aumentar seus rankings de pesquisa. Não use, no entanto, os links internos em excesso, seja moderado senão começa a parecer spam.

Incentive os links recebidos.

O Google prioriza sites que têm muitos links recebidos, especialmente de outros sites confiáveis. Incentive os clientes, amigos, membros da família, parceiros, fornecedores, comerciantes da indústria e blogueiros companheiros amigáveis ​​a se conectarem ao seu site. Os links mais novos que você tenha são os mais altos que seu site irá classificar. Mas cuidado com os vendedores de serviços de SEO que tentam enganar o Google com links de spam de sites de baixa reputação. Alguns links podem realmente prejudicar o seu SEO. Essa técnica é popularmente conhecida como backlinks, então use-a com sabedoria e não use qualquer site ou link externo dentro do seu conteúdo, esteja atento a reputação do link destino.

Sopre sua própria trombeta.

Você também pode vincular seu próprio conteúdo, em seu próprio blog pessoal, Facebook, Twitter, LinkedIn, StumbleUpon etc – mas cuidado com o excesso para não ser caracterizado com conteúdo spam.

Use mídias sociais.

Crie uma presença em redes de redes sociais como LinkedIn, Twitter, Facebook, Google+, etc. Todas essas atividades ajudam a divulgar seu nome e o endereço do site na internet. Adicione botões de compartilhamento ao seu site para facilitar a compartilhar seu conteúdo. E escreva conteúdo digno de compartilhar .

Crie métricas de desempenho.

Use algo como o Google Analytics para rastrear visitantes em seu site e blog. Ser capaz de ver de onde eles vêm e quais palavras-chave pesquisadas permitem que você ajuste o conteúdo do seu site ou blog e o otimize para melhorar seu ranking.

Em última análise, para aumentar o tráfego de sites orgânicos, você precisa dar aos seus clientes o que eles querem – conselhos de qualidade, informações e informações.

Deixe um comentário